1.12.16

#novembro


Novembro que foste tão bonito e agradável.
Antes de comemorar a entrada do último mês do ano, e antes de toda a euforia do natal e das suas decorações, relembro aqui este penúltimo mês. O que o meu feed de Instagram mostra, é um mês de sol, passeios, o tradicional, o rústico, o saloio, o meu aniversário, sessões fotográficas e esta cidade linda, linda.
Entretanto Dezembro chega... molhado e frio.

Vai ser um mês de correria e tentar encaixar muita coisa ainda. Tenho vários projetos a serem desenvolvidos mas espero poder ter um pronto a tempo ainda do natal e mostrar-vos algo especial e de que tanto gosto. Foi uma tentativa de mais de um ano, para tentar trazer este produto para Portugal (notícias para breve).

Tento sempre aliviar o stress deste mês que é tão bonito na sua representação da época festiva, com menos obrigatoriedades de compras e carregá-lo com mais atividades e tempo familiar. Torná-lo simples e bonito. Simbólico e calmo. Menos centros comerciais (ou  nenhuns) e mais ar livre (chuva e frio por favor colabora).

Desejo-vos uma boa época festiva!
Durante anos, passávamos só nós os três sozinhos em Vermont, na neve e no frio mas sempre foi tão especial... especial porque a simplicidade e as pequenas tradições que criamos, tornaram a época mágica. 
Como adoro voltar atrás e ver o que carimbamos neste trajeto de vida:
Dezembro 2011 (Vermont)
Dezembro 2012 (Vermont)
Dezembro 2013 (Vermont)
Dezembro 2014 (Florida)
Dezembro 2015 (Portugal)




30.11.16

A explorar sozinha


Num dia fresco deste outono que tem sido ameno, subimos até Monsanto para um passeio ao ar livre e apanhar uns "produtos" da natureza para as nossas decorações de natal, a.k.a pinhas!
Desde que esta minha babe começou a andar sozinha, que ainda não tínhamos explorado muito terrenos mais desconhecidos e agrestes. Sendo ela muito exploradora e agitada, isto não podia ter corrido melhor.
A P. é o oposto da irmã, por isso saber lidar com ela também tem sido uma novidade para mim. Quando dizem que os filhos não são iguais, nisso saiu-me totalmente a fama de feitios opostos. A mais velha sempre foi calma e uma bebé que adorava dormir horas a fios, adorava sestas, adorava passear de carro, ser empurrada no carrinho... a mana, é o oposto de tudo mencionado. Nasceu com o coração acelerado, e acelerada continua :) Tem imensa vida, garra, tagarela como gente grande, quer andar livremente, explorar e descobrir. São dias cheios de gargalhadas e palhaçadas mas também de frustrações com os dentes a sair, noites que não quer dormir, e andar de carro é um terror (gritos, gritos e mais gritos).
Posto isto, dias assim são um sucesso com ela.
Um  mundo inteiro a explorar, com estas babes...

//



22.11.16

Coffee + Fashion


Já aqui havia mostrado uma sessão que fiz à Miriam e este tem sido um projeto divertido e com momentos de pausa em locais charmosos de Lisboa.
A Mi desafiou-me a fotografar os looks dela, e desde então que temos as duas embarcado alegremente nesta aventura por Lisboa, sempre a descobrir locais novos e a registar os seus looks.

Um boom de renovação e inovação a manter as traças antigas, é a tendência atual nestes novos espaços e foi então no Restelo, na famosa rua retro de lojas com fachadas de azulejos por entre o comércio tradicional, que fizemos uma pausa para um café - no Chile Coffee 1955.

Dias passados entre moda e café, contem sempre comigo ;)


17.11.16

Golegã


Golegã...terra do cavalo e de tradições.
Já não ia há muitos, muitos anos e também não me lembro de nunca lá ter ido com calor e sol. Normalmente chovia ou fazia frio. Mas foi sempre uma terra que me fascinou.
Este ano por pouco me escapava a ida, e no último dia da feira fomos todos visitar as ruas repletas de gente, trajes tradicionais, cavalos, cozinhados tradicionais, tascas saloias e gente a vender. Não resisti a umas compras mais típicas e por pouco também teriam vindo umas botas.
Gosto desde lado rústico e tradicional de Portugal até porque temos no sangue uma veia campestre e o facto de ter vivido aqueles anos em zonas rurais dos Estados Unidos, fez-me ainda apreciar mais o lado rural do nosso Portugal.
Foi um fim-de-semana inteiramente dedicado a estes passeios, fora da cidade!

Mais alguém aqui que foi?

xoxo
Joana

29.10.16

1 mês e meio de Portugal



 ... Mas parece que já estamos aqui há uma eternidade.
As imagens, não são novidades. Instagram report!
Neste tempo, babe2 fez 11 meses, depois 1 ano. Aventureira nata que se mete em tudo e não para quieta. Quase, quase a andar.
Babe1, Iniciou logo a escola mal chegamos e o Português dela tem melhorado I M E N S O.
Noites mal dormidas, burocracias infindáveis, percorrer a cidade, consultas em abundância, ideias a fervilhar, projetos a elaborar e mais, mais por contar.
Não sou de grandes escritas. Gosto que as imagens falem mais por mim e que "contem" a minha história.

Gostei de regressar. O tempo continua fantástico e fico contente que pudesse ter mais uma extensão do calor, porque nos EUA já está frio.
Cada vez julgo que esta cidade está cada vez mais repleta de turistas. No meu bairro encontrei imensos prédios recuperados, dedicados somente ao alojamento temporário daqueles que entram pelas portas antigas, de mochilas grandes às costas. Sabe bem por um lado ver um novo renascer e frescura da vida desta cidade, porém julgo que se encontra um pouco descaraterizada às vezes.
Mas gosto de ver a minha Lisboa assim a ficar, limpa, recuperada, airosa, luminosa e divertida.

Viemos mais pelas nossas filhas, e adoro ver que tomamos a decisão correta, apesar de às vezes haver certas frustrações. Mas elas estão felizes, felizes e isso é o que interessa.






14.10.16

1º Aniversário da babe#2


O aninho chegou.
Num dia de outono, meio nublado, meio com sol, e com os seus habituais mood swings :)
Festa pequena e familiar...
Aqui o que não está registado, foi o seu bolo dado a provar ao qual ela simplesmente rejeitou. Portanto o famoso smash the cake, foi tudo menos smashed na cara e mais smashed no chão :)

A festa foi inspirada no desenho que fiz para ela: panda e rosas. Um toque selvagem com apontamentos femininos.
A personalidade dela acho que não se coaduna muita a princesas pois ela é uma verdadeira 'fera' imparável! :)
Mas é sem dúvida a alegria da festa e o que ela adorou, quando se cantou os parabéns! Deve ter sido o seu ponto alto pois o sorriso e as palminhas eram de pura alegria. 

[Parabéns minha querida! <3 i="">



10.10.16

Paparazzi por um dia



Uma sessão um pouco diferente do que normalmente coloco aqui no blogue mas como eu estou sempre disposta a novos desafios, e como a Mi me desafiou a fazer esta sessão, eu não hesitei!

A Miriam é consultora de moda e blogger e se há alguém mais empenhada na sua carreira, sem dúvida que é esta Good Girl. 
Podem ver mais imagens e conhecer melhor a Mi, através do seu blogue. E para quem quiser melhorar ou mudar a sua imagem, podem contar com ela para essa tarefa! Ela já foi stylist de um canal de televisão, já fez produções de moda e melhor ainda, é formada em psicologia e ajuda sempre a levantar o "astral" :)

xoxo
Jo

23.9.16

Setembro com cheirinho a Outono...



... mas entretanto, já estamos em Portugal.

Este post ficou aqui pendurado no blogue à espera de ser publicado desde o inicio de Setembro. Queria eu mostrar um pouco dos nossos dias que se enchiam aos poucos de detalhes outonais. Tínhamos saído de Minnesota e estávamos a passar os primeiros dias do mês em Wisconsin.
Apreciamos a natureza, abóboras e doçaria.

Depois, avião, e cá estamos!
Foi uma viagem e peras. Longa, cansativa e stressante. Se a minha filha mais velha era um anjo em viagens de avião, já o mesmo não posso dizer da minha bebé. Principalmente nesta fase em que ela anda de gritos e irritabilidade quando se sente 'presa'. Esta viagem foi um verdadeiro teste à nossa paciência e resistência.
Chegamos exaustos, sonos todos trocados e muita coisa para tratar.

Agora estamos cá e por cá ficaremos. Acham que somos uns doidos varridos, porque enquanto todos 'fogem' de Portugal, nós queremos voltar. A verdade é que quando saí não foi para 'fugir'. Mas como eu nunca sigo muito os padrões da 'normalidade' (nem sei bem definir o que é normal), encaramos esta nova fase com alegria e confiança e acreditamos em Portugal. Isto não é só querer acreditar nos golos que metemos em balizas de futebol! haha.

Filha mais velha voltou à sua escolinha e ficou radiante por ver os amigos que tinha feito o ano passado. Está no 1ºano e apesar de algumas barreiras linguísticas, não há nada que não se consiga e admiro muito a coragem dela!!

Portanto ficam estas imagens deste post, como uma despedida dos States. Nunca será uma despedida definitiva pois teremos que voltar com frequência, mas agora assentamos arraiais, por aqui. 

Estou super entusiasmada por estar de volta e um até já! ;)

xoxo
Jo 



26.8.16

Pompom Unicorn Queen - 6 anos!!



E a minha babe assim de repente já tem seis. Notei uma evolução imensa desde o ano passado. Cresceu bastante, anda a perder os dentes e mantém-se ativa e curiosa como nunca. Parece uma mini teenager! Me-do.
Já lá vao 6 anos também, a relatar as festinhas dela por aqui:

2011 - 1 ano, em Vermont
2012 - 2 anos, em Vermont
2013 - 3 anos, em Vermont (Nao há post)
2014 - 4 anos, na Florida
2015 - 5 anos, em Portugal

... e os 6 anos em Minnesota.

Foi um dia descomplicado. So estivemos em casa para apagar as velas. Tivemos um dia como as criancas gostam - brincar, comer pizza e jogar.
Fizemos uma mini decoracao com pompoms e baloes. Decoramos o bolo, apagamos as velas, e brincamos outra vez.
Tenho a certeza que ela adorou o dia pois a excitacao era gigante. 6 anos, é uma 'grande' idade! :)

Parabéns filha!! Espero que guardes estas memorias com felicidade. Mereces muita cor, muita pirosice, muita alegria e  ligeireza.


18.8.16

South Dakota ~ Black Hills ~


A segunda parte da nossa viagem foi toda concentrada na regiao montanhosa isolada chamada Black Hills. Um destino popular turístico pela historia que nela existe e pela beleza natural. Um lugar bastante sagrado para os índios e apesar de ter havido um tratado expressamente a definir que nenhum branco deveria entrar na regiao, esse mesmo foi quebrado quando na altura da guerra ao ouro, os sedosos pela riqueza descobriram que esta regiao proliferava com esse metal precioso e por consequência ignoraram essa imposição, e da'i nasceu Deadwood.
Provavelmente um dos lugares com os maiores marcos e monumentos do pa'is. Visitamos os pontos principais desta regiao... Custer Park, Mount Rushmore e Deadwood. Falarei sobre eles abaixo, inserindo um pouco da historia e das curiosidades que se destacaram para mim.

Localizada mais a sul e carregado de lugares pitorescos e vida animal abundante que circula livremente, incluindo grandes manadas de búfalos, este parque oferece de tudo. Caminhadas, passeios a cavalos, acampar, mergulhar nos lagos e uma espécie de safari de jeep.
'E nos oferecido um mapa 'a entrada com todas as atividades e suas localizações. Fomos apenas com um propósito e essa foi ver os animais, por isso optamos por ir pela Wildlife Loop Road. Um estrada que cobre praticamente toda a área e onde 'e possível ver todos estes animais a vaguearem livremente. Ora, infelizmente nao vimos praticamente nada o que foi em certa parte uma decepçao. Avistamos uma manada de búfalos por uns breves segundos mas por ordem dos guardas, tivemos que prosseguir. Chegamos também a uma hora ma', pois foi precisamente no meio do dia. Os animais estarão mais ativos de manha cedo, e ao final do dia... Por isso nao cometam o mesmo erro que nos. De qualquer forma a estrada tem paisagens bonitas e ao terminarmos o percurso, resolvemos sair da área, por uma estrada cénica e icónica (e ainda bem que o fizemos. Um dos pontos altos da viagem): Needles Eye



Ainda dentro do Custer Park começa a estrada. O culminar 'e chegar ao fim do topo da montanha e passar por vários túneis entre rochas e chegar 'a pedra que deu o nome a este trajeto, por esta se assemelhar a uma agulha. 
A estrada 'e estreita, curva-conta-curva e com vistas deslumbrantes por entre pinheiros e rochas graníticas, consideradas as mais antigas do norte da América. 




Este monumento nao precisa de grandes apresentações. Quatro presidentes que foram esculpidos nestas rochas e 'e um marco bastante patriota deste pa'is e milhares de pessoas o visitam. Existem vários pontos para observar, uma trilha junto ao rochedo e o estúdio do artista, compõem toda a envolvência deste parque.



 Ja' referi acima, um pouco sobre esta cidade e como nasceu. Os verdadeiros amantes do old west, peregrinam a este local, que 'e a imagem legendaria da historia dos fora-da-lei, da guerra ao ouro, de disputas na rua, e da morte de ícones desta época.
Deadwood encontra-se localizado num vale das Black Hills. Outrora território sagrado dos índios e interdito a brancos, esta regiao sem controle e sem leis, foi severamente ocupada por mineiros que vieram a descobrir a riqueza que aqui existia.
Edifícios da época ainda estao fortemente erguidos e no seu auge chegou a ter mais de 20.000 habitantes. Hoje existem apenas 2.000 habitantes mas turistas enchem as ruas e os diversos marcos históricos. Casinos, bares (saloons) e restaurantes sao a grande atração e preservam a vida fervilhante que os mineiros de antigamente, envolviam-se descontroladamente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...